Espaço do aposentado da Construção Civil


 ENTIDADES ABREM ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA DO TRABALHADOR APOSENTADO DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Objetivo é valorizar quem já trabalhou no setor e carece de opções de lazer e entretenimento

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção e do Mobiliário de Brasília (STICMB), em parceria com o Serviço Social da Indústria da Construção Civil do DF (SECONCI) e o Serviço Social da Indústria do DF (SESI), inaugura, no dia 24 de agosto, o Espaço de Convivência do Trabalhador Aposentado da Construção Civil. O espaço – que estará disponível na própria sede do STICMB - fornecerá diversas atividades lúdicas, pedagógicas e culturais durante a semana para quem já passou pela construção civil e hoje está aposentado.
Criado a partir da junção e do esforço dos sindicatos do setor, o Espaço tem por objetivo valorizar os trabalhadores e oportunizar momentos de lazer e criatividade para os trabalhadores aposentados.

“Esse projeto nasceu de uma ideia antiga e é uma ótima iniciativa porque sentíamos a falta de trazer essas pessoas que tanto contribuíram com o setor para valorizá-las e retirá-las da inércia”, argumenta o presidente do STICMB, Raimundo Salvador.
Já o presidente do SECONCI-DF, Deyr Corrêa, explica que “esse projeto é parte da função de existir do SECONCI e cumpre nosso papel social. Nesse caso, aquele que já deu sua contribuição e agora merece ter um espaço para passar o tempo e realizar as atividades que estamos propondo”.

As atividades acontecerão numa sala dentro do STICMB, 706/707 Norte e funcionarão de segunda a sexta-feira, de 14h as 17h. Já o SESI disponibilizará profissionais para atender os participantes na realização das atividades. O Espaço de Convivência é mais um fruto da parceria entre o STICMB, o SECONCI e o SESI-DF que, juntos, trabalham para melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores da construção civil.

Confira algumas atividades programadas para o Espaço.

• Aulas de dança;
• Musicoterapia;
• Arte-terapia;
• Jogos de entretenimento;
• Atendimento jurídico;
• Avaliação nutricional;
• Atividades físicas;
• Monitoramento da saúde;
• Dia de beleza, datas temáticas;
• Sessões de cinema;
• Sala de alfabetização e computação;
• Serviço social.


Serviço:
Inauguração do Espaço de Convivência do Trabalhador Aposentado da Construção Civil
Data: 24 de agosto de 2017
Horário: 9h
Local: STICMB, 706/707 Norte
Informações à imprensa:
Sidney Rocha
Assessor de Comunicação Social do SECONCI-DF
(61) 3399-1888 ramal 203 / 98166-6969/ 98459-7867
Marco Antônio Campanella
Assessor de Comunicação do STICMB
(61) 3349.1335 / 98273.7124
 

Reforma Trabalhista


Os muitos modos de resistir e combater a aplicação da reforma trabalhista

Antes que entre em vigor, melhorada ou piorada pela lendária Medida Provisória de temer, a reforma trabalhista precisa ser denunciada e combatida.
Muitas são as formas de resistir. Um dos caminhos é a resistência por categoria e já, nas campanhas salariais em andamento.
Muitas categorias ou ramos já se mobilizam contra a implementação da reforma.
A resistência será mais forte e efetiva se estiver apoiada na própria categoria.
Nesse sentido, vamos desenvolver um trabalho de comunicação para manter a nossa categoria da construção civil e do mobiliário de Brasília e das cidades do Entorno de Goiás que representamos devida informada sobre todos os passos que podem e devem ser dados.
A nossa mobilização é fundamental para evitar que os aspectos perversos e nefastos da reforma (que são muitos) atinjam os nossos trabalhadores.
Outra iniciativa é a participação de todos os fóruns sindicais com outras categorias, pois essa luta não é isolada de uma ou outra categoria: é de todos os trabalhadores.
Devemos também intensificar a ação conjunta com entidades representativas da magistratura, especialmente da Justiça do Trabalho, cuja instituição está sendo esvaziada por essa reforma.
Há, também, a frente jurídica, de questionamento das ilegalidades e frente à quebra de conquistas históricas, bem como do descumprimento de convenções internacionais das quais o Brasil é signatário.
Nesse aspecto, há um convencimento geral de que deveremos agir sempre nas primeiras instâncias da justiça trabalhista, pois ali é o espaço em que teremos melhores chances de obter resultados favoráveis aos trabalhadores, diferentemente das instâncias superiores como o STF e o próprio TST, cujas composições não nos são favoráveis.
O fato é que a imensa maioria tem a sensação de que a reforma é ruim. Mas muitos não saberão indicar os itens mais selvagens. Portanto, na comunicação, será preciso, além de massificar o caráter agressivo da reforma, identificar os pontos que mais lesam o trabalhador, seu emprego, sua renda, sua dignidade.

Fonte: COMUNICAÇÃO STICMB
 

PISOS CONSTRUÇÃO CIVIL GO - 2017/2018

 

  COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2017 E OUTROS AVANÇOS DO SEU SINDICATO:

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2017:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE/AJUDANTE

4,67

1.027,40

7.01

9,34

GUARDIÃO DE OBRA

4,67

1.027,40

7,01

9,34

MEIO-OFICIAL

5,15

1.133,00

7,73

10,30

OFICIAL

7,20

1.584,00

10,80

14,40

 

 

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS TÉRÃO REAJUSTE DE 4,30%, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2017.

 

 

OUTROS AVANÇOS DA CONVENÇÃO:

1)       CAFÉ DA MANHÃ COM 2 PÃES, MANTEIGA E CAFÉ/LEITE PELA MANHÃ OU PAGAR AO EMPREGADO NO MÍNIMO R$ 3,45 (TRÊS REAIS E QUARENTA E CINCO CENTAVOS) POR DIA.

2)       ALIMENTAÇÃO FORNECIDA A TODOS OS EMPREGADOS, DA SEGUINTE FORMA:

A)     ALIMENTAÇÃO POR MEIO DE CANTINA NA OBRA, OU;

B)      TÍQUETE ALIMENTAÇÃO NO VALOR MÍNIMO DE R$ 15,00 (QUINZE REAIS) POR DIA, OU;

C)      CESTA BÁSICA COM PRODUTOS NO VALOR MÍNIMO DE R$ 330,00 (TREZENTOS E TRINTA REAIS).

3)       SEGURO DE VIDA EM GRUPO, SEM CONTRIBUIÇÃO DO TRABALHADOR, DA SEGUINTE MANEIRA:

·         MORTE DO EMPREGADO POR QUALQUER CAUSA R$ 16.700,00 (DEZESSEIS MIL E SETECENTOS REAIS);

·         INVALIDEZ PERMANENTE R$ 16.700,00 (DEZESSEIS MIL E SETECENTOS REAIS);

·         MORTE DO CÔNJUGE R$ 8.350,00 (OITO MIL E TREZENTOS E CINQUENTA REAIS);

·         MORTE DO FILHO ATÉ 21 ANOS R$ 4.175,00 (QUATRO MIL E CENTO E SETENTA E CINCO REAIS);

·         AUXÍLIO FUNERAL R$ 4.640,00 (QUATRO MIL E SEISCENTOS E QUARENTA REAIS)

Obs: AS EMPRESAS QUE NÃO FIZEREM O SEGURO DE VIDA ARCARÃO COM OS VALORES CORRESPONDENTES.

4)       TRIÊNIO DE 5% (CINCO POR CENTO) PARA O TRABALHADOR QUE COMPLETAR 03 (TRÊS) ANOS DE SERVIÇO NA MESMA EMPRESA, ATÉ O LIMITE DE 04 (QUATRO) TRIÊNIOS, PAGOS MÊNSALMENTE.

5)       FERIADO DO TRABALHADOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO DF (DIA DE SÃO JOSÉ) A SER COMEMORADO NA SEGUNDA-FEIRA DE CARNAVAL.

6)       ESTABILIDADE DA MULHER TRABALHADORA GESTANTE DE 60 (SESSENTA) DIAS APÓS AUXÍLIO DO INSS.

7)       AS EMPRESAS SÃO OBRIGADAS A PAGAR AS VERBAS DAS RESCISÕES DO CONTRATO DE TRABALHO NO SINDICATO, NO PRAZO PREVISTO EM LEI, SOB PENA DE SER NULO O PAGAMENTO FEITO NO ESCRITÓRIO.

8)       VALE TRANSPORTE GRATUITO - SEM DESCONTO DE 6% (SEIS POR CENTO).

9)       02 (DOIS) SALÁRIOS MÍNIMOS PARA O TRABALHADOR QUE APOSENTAR, DESDE QUE TENHA NO MÍNIMO 02 (DOIS) ANO NA EMPRESA.

10)    AS FÉRIAS DEVERÃO SER PAGAS ATÉ 05 (CINCO) DIAS ANTES DO INÍCIO DO GOZO, EM CASO DE ATRASO DEVERÁ SER PAGO EM DOBRO, SENDO QUE NÃO PODERÁ SER MARCADA NOS DIAS DE SÁBADO, DOMINGO OU FERIADO.

11)    O ATRASO NO PAGAMENTO DO SALÁRIO GERA MULTA EQUIVALENTE A 1 (UM) DIA DE TRABALHO DO EMPREGADO, JÁ NO 1º DIA DE ATRASO, E NOS DIAS POSTERIORES, A CADA 2 (DOIS) DIAS, MULTA DE MAIS 1 (UM) DIA, ATÉ O LIMITE DO VALOR DO SALÁRIO MENSAL DO EMPREGADO.

12)    NA JORNADA EXTRA A EMPRESA DEVERÁ FORNECER O LANCHE NAS 2 (DUAS) PRIMEIRAS HORAS, A PARTIR DA SEGUNDA HORA FORNECER A JANTA, GRATUITAMENTE.

13)    O TRABALHO POR TAREFA DEVERÁ SER AJUSTADO POR ESCRITO ENTRE AS PARTES, E PAGO JUNTO DO CONTRACHEQUE. NÃO ACEITE PAGAMENTO DE TAREFA “POR FORA”, POIS O MAIOR PREJUDICADO SERÁ VOCÊ, TRABALHADOR.

14)    PEDIDO DE DEMISSÃO NO PAPEL “ROSA”. SE ASSINAR ALGUM PAPEL NESTA COR ESTARÁ PEDINDO DEMISSÃO. FIQUE ATENTO!

15)    O SALÁRIO, AS HORAS EXTRAS E AS TAREFAS DEVEM CONSTAR NO CONTRACHEQUE. CASO ISSO NÃO ESTEJA OCORRENDO NA EMPRESA EM QUE TRABALHA, DENUNCIE AO SINDICATO.

 

JUNTOS, SEREMOS MAIS FORTES!                             

 

RAIMUNDO SALVADOR DA COSTA BRAZ

PRESIDENTE

Pisos

PISOS MARMORARIAS-DF - 2016/2017

        

  COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016 E OUTROS AVANÇOS DO SEU SINDICATO:

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01/05/2016 A 30/11/2016:

CATEGORIA

MENSAL (220 HORAS)

AUXILIAR SERV. GERAIS

991,40

MEIO OFICIAL

1.098,62

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

1.098,62

MEDIDOR

1.098,62

VENDEDOR

1.098,62

ACABADOR DE MÁRMORES

1.539,62

CORTADOR DE MÁRMORES

1.539,62

MONTADOR DE MÁRMORES

1.539,62

POLIDOR

1.539,62

ENCARREGADO DE PRODUÇÃO

1.847,54

 

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01/12/2016 A 30/04/2017:

CATEGORIA

MENSAL (220 HORAS)

AUXILIAR SERV. GERAIS

1.037,90

MEIO OFICIAL

1.150,14

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

1.150,14

MEDIDOR

1.150,14

VENDEDOR

1.150,14

ACABADOR DE MÁRMORES

1.611,20

CORTADOR DE MÁRMORES

1.611,20

MONTADOR DE MÁRMORES

1.611,20

POLIDOR

1.611,20

ENCARREGADO DE PRODUÇÃO

1.933,44

 

Obs: O salário do Medidor e do Vendedor será acrescido das comissões, caso haja.

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS ATÉ O VALOR DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE 9,83% EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) 4,91% A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) 4,92% A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

Ø      OS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE R$ 300,00 (TREZENTOS REAIS), EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

 

O RETROATIVO SERÁ PAGO DA SEGUINTE FORMA:

a) AS DIFERENÇAS DOS MESES DE MAIO A JULHO/2016 NA FOLHA DE PAGAMENTO DE FEVEREIRO/2017, ATÉ O DIA 5 DO MÊS SUBSEQUENTE;

b) AS DIFERENÇAS DOS MESES DE AGOSTO A NOVEMBRO/2016 NA FOLHA DE MARÇO/2017, ATÉ O DIA 5 DO MÊS SUBSEQUENTE; E

 

c) AS DIFERENÇAS DOS MESES DE DEZEMVRO/2016, 13º SALÁRIO/2016 E JANEIRO/2017 NA FOLHA DE ABRIL/2017, ATÉ O DIA 5 DO MÊS SUBSEQUENTE.

 

PISOS CONSTRUÇÃO PESADA - 2016/2017

        

  COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016 E OUTROS AVANÇOS DO SEU SINDICATO:

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE

4,54

998,80

6.81

9,08

GUARDIÃO DE OBRA

4,54

998,80

6,81

9,08

MEIO-OFICIAL

5,03

1.106,60

7,55

10,06

OFICIAL

7,02

1.544,40

10,53

14,04

 

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE DEZEMBRO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE

4,75

1.045,00

7,13

8,96

GUARDIÃO DE OBRA

4,75

1.045,00

7,13

8,96

MEIO-OFICIAL

5,27

1.159,40

7,91

9,88

OFICIAL

7,35

1.617,00

11,03

14,70

 

 

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS ATÉ O VALOR DE R$ 7.000,00 (SETE MIL REAIS), AUMENTO DE 8,85% EM 2 (DUAS) PARCELAS:

a) 4,43% A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E

b) 4,42% A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE MAIO/2015.

Ø      OS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 7.000,00 (SETE MIL REAIS), AUMENTO A CRITÉRIO DE CADA EMPRESA.

Ø      O RETROATIVO SERÁ PAGO EM ATÉ 4 VEZES, SENDO A PRIMEIRA PARCELA PAGA NA FOLHA DE SETEMBRO/2016.

 

PISOS CONSTRUÇÃO CIVIL GOIÁS 2016/2017

          COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016 :

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE/AJUDANTE

4,28

941,60

6.42

8,56

GUARDIÃO DE OBRA

4,28

941,60

6,42

8,56

MEIO-OFICIAL

4,72

1.038,40

7,08

9,44

OFICIAL

6,59

1.449,80

9,89

13,18

 

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE DEZEMBRO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE/AJUDANTE

4,48

985,60

6,72

8,96

GUARDIÃO DE OBRA

4,48

985,60

6,72

8,96

MEIO-OFICIAL

4,94

1.086,80

7,41

9,88

OFICIAL

6,90

1.518,00

10,35

13,80

 

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS ATÉ O VALOR DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE 9,83% EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) 4,91% A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) 4,92% A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

Ø      OS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE R$ 300,00 (TREZENTOS REAIS), EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

Ø      O RETROATIVO SERÁ PAGO DA SEGUINTE FORMA: a) O DE MAIO NA FOLHA DE PAGAMENTO DE AGOSTO; b) O DE JUNHO NA FOLHA DE SETEMBRO E c) O DE JULHO NA FOLHA DE OUTUBRO.

 

PISOS CONSTRUÇÃO CIVIL 2016/2017

          COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016 :

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE/AJUDANTE

4,28

941,60

6.42

8,56

GUARDIÃO DE OBRA

4,28

941,60

6,42

8,56

MEIO-OFICIAL

4,72

1.038,40

7,08

9,44

OFICIAL

6,59

1.449,80

9,89

13,18

 

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 01 DE DEZEMBRO DE 2016:

CATEGORIA

SALÁRIO HORA

MENSAL

(220 HORAS)

EXTRA

50%

EXTRA

100%

SERVENTE/AJUDANTE

4,48

985,60

6,72

8,96

GUARDIÃO DE OBRA

4,48

985,60

6,72

8,96

MEIO-OFICIAL

4,94

1.086,80

7,41

9,88

OFICIAL

6,90

1.518,00

10,35

13,80

 

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS ATÉ O VALOR DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE 9,83% EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) 4,91% A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) 4,92% A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

Ø      OS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 3.000,00 (TRÊS MIL REAIS), AUMENTO DE R$ 300,00 (TREZENTOS REAIS), EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) R$ 150,00 (CENTO E CINQUENTA REAIS) A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL/2016.

Ø      O RETROATIVO SERÁ PAGO DA SEGUINTE FORMA: a) O DE MAIO NA FOLHA DE PAGAMENTO DE AGOSTO; b) O DE JUNHO NA FOLHA DE SETEMBRO E c) O DE JULHO NA FOLHA DE OUTUBRO.

 

 
 
 

PISOS MOBILIÁRIO 2016/2017

COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS

CONFIRA SEU SALÁRIO A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016 :

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 1º DE MAIO DE 2016.

CATEGORIA

SALÁRIO MENSAL

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

930,45

AJUDANTE

943,10

MEIO-OFICIAL

1.056,90

OFICIAL/PROFISSIONAL

1.452,78

 

PISOS MÍNIMOS A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO DE 2016.

CATEGORIA

SALÁRIO MENSAL

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

973,99

AJUDANTE

987,23

MEIO-OFICIAL

1.106,36

OFICIAL/PROFISSIONAL

1.520,76

 

DEMAIS SALÁRIOS:

Ø      OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS AUMENTO DE 9,83% EM 2 (DUAS) PARCELAS: a) 4,92% A PARTIR DE 1º DE MAIO/2016 E b) 4,91% A PARTIR DE 1º DE DEZEMBRO/2016, APLICADOS SOBRE O SALÁRIO DE ABRIL DE 2016.

Ø      O PAGAMENTO DO RETROATIVO SERÁ EFETUADO EM 03 (TRÊS) PARCELAS, NOS 03 (TRÊS) MESES SUBSEQUENTES À ASSINATURA DA CCT.

Ø       TRABALHADORES DEMITIDOS ENTRE MAIO/2016 ATÉ A ASSINATURA DA CCT, INCLUSIVE COM A PROJEÇÃO DO AVISO PRÉVIO, RECEBERÃO AS DIFERENÇAS CALCULADAS SOBRE 4,92%.

 

Piso da MOBILIÁRIO 2015

                     Categoria

Salário Mensal

Auxiliar de Serviços Gerais 886,82
Ajudante 898,88
Meio-oficial 1.007,34
Oficial 1.384,66

*Para os demais salário: 6% (seis por cento) aplicado sobre o salário de abril de 2015.

Piso da CONSTRUÇÃO CIVIL - DF 2015

      Categoria

Salário hora Mensal (220 horas) Extra 50% Extra 100%
Servente/Ajudante 4,08 897,60 6,12 8,16
Guardião de obra 4,08 897,60 6,12 8,16
Meio-oficial 4,50 990,00 6,75 9,00
Oficial 6,28 1.381,60 9,42 12,56

*AUMENTO DE 6% (SEIS POR CENTO) PARA OS SALÁRIOS FORA DOS PISOS ATE O VALOR DE R$ 5.000,00(CINCO MIL REAIS).
*PARA OS SALÁRIOS ACIMA DE R$ 5.000,00(CINCO MIL REAIS), ACRÉSCIMO DE R$ 300,00(TREZENTOS REAIS).

Piso da CONSTRUÇÃO PESADA 2015

Categoria

R$/Hora R$/Mês
Servente/ Guardião de Obra 4,32 950,40
½ Oficial 4,79 1.053,80
Oficial 6,69 1.471,80

OS SALÁRIOS DOS TRABALHADORES COM VALOR DE ATÉ R$ 7.000,00 MENSAIS SERÃO REAJUSTADOS PELO ÍNDICE DE 8,35%, INCIDENTE SOBRE OS SALÁRIOS VIGENTES EM 1º DE MAIO DE 2014

Piso da MARMORARIA 2015

Categoria

Piso Salaarial
Servente / Ajudante 945,00
Guardião de Obra 1.047,20
Meio-oficial 1.047,20
Oficial 1.467,00

*Aumento de 9,8% (nove vírgula oito por cento) para os demais salários.

 

Pisos a partir de 1º de maio de 2015.